Fechar
Metadados

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m12/2014/07.25.16.38
%2 sid.inpe.br/mtc-m12/2014/07.25.16.38.23
%F 3
%@ INPE-2021-RPE/288
%A Mendonça, Francisco José,
%A Lee, David Chung Liang,
%A Tardin, Antonio Tebaldi,
%A Shimabukuro, Yosio Edemir,
%A Chen, Sherry Chou,
%A Lucht, Liane Antunes Maciel,
%A Moreira, Mauricio Alves,
%A Lima, Ângela Maria de,
%A Maia, Fernando Celso Soares,
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%T Levantamento da área canavieira do Estado de São Paulo, utilizando dados do LANDSAT ano safra 1979/80 Volume II
%D 1981
%I INPE
%C Sao Jose dos Campos
%K cana-de-açúcar, identificação de culturas, LANDSAT, avaliação de área, sensoriamento remoto.
%X Utilizando-se imagens LANDSAT, escala 1:250.000, tratadas visualmente, foram feitas a identificação e avaliação da area ocupada com cana-de-açúcar no Estado de São Paulo. Os critérios básicos para a identificação da cultura foram a sua caracterização espectral, nos canais 5 e 7, e a sua variação temporal, observada em diferentes passagens do satélite LANDSAT. Através dessa técnica foi possível mapear tanto a cana, cuja cobertura da area foliar era capaz de oferecer características espectrais bem definidas, quanto a cana cortada. A area obtida de cana-de-açúcar em toda a região estudada foi de 801.950 ha. Neste levantamento, o intervalo de identificação correto calculado variou de 87,11% a 94,71%.
%P 17
%@language pt
%9 RPQ
%3 INPE-2021.pdf


Fechar